Pular para o conteúdo principal

Começando com Android - como escolher seu celular


Quer comprar um celular com android? Como escolher o melhor smartphone? Você resolveu trocar seu celular simples por um que possua Android. Está pronto para dizer adeus ao seu dumbphone e abrir os braços para o mundo dos smartphones.

Em primeiro lugar, é bom saber a diferença entre ambos, o telefone burro e o esperto. Ambos servem para fazer ligações e mandar mensagens de texto, e guardar a lista de telefone dos esus contatos, mas no caso do smartphone, além destas opções básicas, ele pode também gerenciar suas contas de e-mail, integrar seus contatos com serviços da web e redes sociais, acessar sites, utilizar gps, tirar fotos e filmar, acessar e ler documentos eletrônicos, etc. Então, você deve estar preparado para saber aproveitar o máximo possível estas facilidades.

Vamos começar escolhendo um celular. Um smartphone não é só um telefone com mais teclas (teclado querty) ou um aparelho com tela touch (touchscreen). Ele possui um sistema operacional, similar ao seu computador. Isto quer dizer que além das opões nativas do seu aparelho, você pode instalar novos aplicativos. Os pricipais sistemas, Android da Google, iOS da Apple e Blackberry da RIM, possuem lojas virtuais (as chamadas App Stores, ou lojas de aplicativos) para você baixar novas funcionalidades para seu celular, seja programas pagos ou grátis.

Pra começar, se você vai ter o primeiro celular deste tipo, escolha entre um iPhone ou um Android. o iPhone é bem simples de ser usado, com sua interface intuitiva e padronizada. O que ralmente atrapalha um pouco é o seu preço, proibitivo para a maioria dos mortais, ainda mais para quem está migrando de um celular simples para um smartphone. Já o Android, como é um sistema que vários fabricantes utilizam, você encontrará aparelhos de todos os tamanhos e preços. Escolha um Android que mais te agrada (e caiba no seu orçamento) e pronto.

Eu pude experimentar 4 aparelhos com Android, entre eles o Galaxy e o Galaxy 5 da Samsung, e os Milestone e Defy da Motorola. O que utilizo agora é o Defy. Também experimentei comprar aparelho com planos de operadoras (testei a Vivo e a Claro), e aparelhos desbloqueados.
Algumas coisas dificultam a escolha, mas você precisa ter em mente que seu novo aparelho será utilizado de uma forma um pouco diferente a partir da sua compra. Ele não será apenas um telefone, fará também o papel de navegador para web, aparelho de gps, leitor de notícias, e até mesmo console de jogos. Então, fique atento a estas dicas:

  • Escolha um celular com tela touch, e grande - os telefones que possuem teclado físico são bacanas, mas a maioria deles ocupa um espaço grande da sua tela. E você logo sentirá a falta que faz uma tela com uma resolução maior. Muitos aplicativos são melhor aproveitados com uma maior resolução, e além disto, todo Android possui um teclado virtual, muito simples de ser usado. Então, não faz muito sentido comprometer o tamanho da tela para ter um teclado físico. Se fizer realmente questão, o Milestone 2 da Motorola é bem indicado.

  • Solicite um plano de dados na sua operadora - se você quer aproveitar para ler seus e-mails, acessar uma página na web ou dar um alô para seu amigo no Facebook, precisa estar conectado na internet. Os novos aparelhos com Android conectam facilmente numa rede wi-fi, mas não é em todo lugar que você vai encontrar um hotspot. Mesmo que seja um pacote de dados pequeno, no mínimo de 100 megas, vale a pena. Vai que você precisa consultar o telefone de um mecânico 24 no meio da noite num bairro que você não conheça... e existem aplicativos que controlam a quantidade de dados que você está usando, o que evitará surpresas na sua conta.

  • Pré pago ou pós pago, tanto faz - você é quem escolhe. Se esta acostumado com um plano pré-pago, ótimo, fique com ele. A TIM por exemplo, possui um plano de dados ótimo: você só paga pelo uso diário, um valor de R$ 0,50. Usou, pagou. Não usou, tudo bem. E ainda tem uma vantagem: quando usar, aproveite bastante, porque todo dado que consumir naquele dia já está pago, é um preço fixo. Já se preferir usar um plano pós pago, sem problemas. Neste caso, tente ver com a operadora se existe algum pacote que baixe o valor final da sua conta se incluir um pacote de dados de acordo com sua necessidade. Além disto, você pode verificar se existe um aparelho bem barato nesta modalidade de conta. Meu Defy foi adquirido na Claro, por um ótimo preço, R$ 199,00!

  • Se possível, escolha uma versão de Android a partir da 2.0 - você vai encontrar várias versões do sistema operacional Android. Mas, para aproveitar o máximo possível, tente encontrar um aparelho que esteja mais próxima da versão mais recente do Android. Isto vai fazer com que você aproveite bem novas funcionalides que surgem a cada versão.

  • Experimente alguns aparelhos - vá até uma loja e experimente os aparelhos. Você verá que existem pesos e tamanhos diferentes, além da qualidade das telas (apesar de que a maioria das novas telas são muito boas). Se estiver indeciso entre dois aparelhos, este último teste vai servir como critério de desempate.

  • Não se deixe levar em relação a efeitos visuais - papéis de parede sensíveis ao toque ou ícones engraçadinhos, no fundo, é tudo Android você pode customizar a sua visualização da forma que mais lhe agradar. Alguns fabricantes customizam alguns ícones e colocam alguns aplicativos interessantes, mas no geral, você pode instalar serviços similares assim que estiver com o aparelho em mãos.
Espero que seja útil estas dicas, mas leve sempre em conta o que lhe agrada. E lembre-se que um smartphone ruim é melhor que um ótimo dumphone, a não ser que você somente utilize seu celular para fazer ligações, e mais nada. Mas, depois que você tiver contato com um smartphone, vai ser difícil abrir mão de toda falicidade que ele proporciona.

Comentários

Anônimo disse…
adooorei as dicas..eu acabei d trocar o meu cel pre historico por um defy e estou mtoooo satisfeita.. adorei o site!! vou acompanhar agora!! ;D
Anônimo disse…
Otimo, mas por favor informe que a Sony Ericsson para atualizar o android quer que o celular fique 15 dias na assistencia tecnica
Anônimo disse…
Otimo, mas por favor informe que a Sony Ericsson para atualizar o android quer que o celular fique 15 dias na assistencia tecnica

Postagens mais visitadas deste blog

17 papéis de parede de peixes e efeitos de água no seu celular grátis!

Para quem gosta de peixes e papéis de parede, aí vai uma enorme coleção de live wallpapers com motivos marinhos para deixar seu Android com um visual novo. O mais bacana é que todos são grátis! Um montão de fundo de tela para seu celular com motivos de peixes, aquários, fundo do mar, e até mesmo parques aquáticos, tudo pra animar sua tela gratuitamente. Escolha um deles (ou vários) e baixe agora mesmo. Clique no título do papel de parede com tema de aquário que quer instalar e baixe diretamente do Google Play grátis.

App para Android e iPhone 9 Dígitos SP atualiza facilmente sua lista de contatos

Se você precisa colocar o número 9 em todos os telefones celulares da sua lista de contatos, saiba que existe não um app, mas vários aplicativos que pode auxiliá-lo nesta tarefa. O que testei e recomendo é o Nono Dígito SP. Ele verifica todos os contatos da sua lista, e os identificados como números de celulares são alterados e ele inclui o número "9" na frente. Uma operação simples com o aplicativo, mas que seria bem trabalhosa se fosse feita manualmente. A dica vale também para quem tem um iPhone, já que o aplicativo tem uma versão para o iOS.

Quer saber como está o trânsito agora no seu celular? Waze sabe

Para quem quer saber como anda o trânsito em tempo real, não basta apenas um GPS. Nem sempre as informações estão precisas, ou então, podem estar desatualizadas. O Waze é um app que promete resolver todos os problemas em relação a caminhos, percursos, trânsito e rotas de fuga. O aplicativo utiliza informações de servidores, mas o seu forte são os dados coletados através de crowdsource, ou seja, informações enviadas por usuários. São pessoas que estão paradas no trânsito como você, e que podem enviar estes dados para os servidores da Waze, e retornam como rotas alternativas, situação do trânsito nas vias principais e secundárias, além de opções como chat, alertas sobre blitz policiais, radares e câmeras de velocidade, postos de abastecimento, etc...