Pular para o conteúdo principal

Como o Google obrigará fabricantes a atualizar seus novos Androids?

Uma das revelações mais importantes do Google em sua conferência com desenvolvedores foi a promessa que o Ice Cream Sandwich traz ao Android. Segundo os executivos, eles forçaram todos os parceiros da Open Handset Alliance (ou quase todas as fabricantes que criam produtos com Android) a se comprometer a lançar novos aparelhos que aguentem atualizações do Android por até um ano e meio. Mas será que isso dará certo?

A proposta do Google é ótima para os usuários e visa eliminar a excessiva fragmentação do Android — tirando a linha Nexus, nenhum outro aparelho atual tem a promessa de atualizações. Nós já ouvimos diretores de grandes empresas falando “em momento algum nós prometemos atualizar os aparelhos”. Para isso, o Google bateu de frente com as empresas e as obrigou a darem suas palavras: a partir da data do lançamento, todo aparelho com Android terá de ser atualizável pelos próximos 18 meses.

Mas pelas informações divulgadas durante a parte de perguntas e respostas com Andy Rubin e companhia, parece que a proposta ainda é recém-nascida. Segundo o Engadget, Rubin não foi capaz de especificar quanto tempo uma atualização demoraria para chegar após o aval do Google dentro do novo acordo. Segundo ele, há “um problema de logística”, algo que parece fazer sentido quando você quer obrigar LG, Sony Ericsson, Motorola, HTC, Samsung e tantas outras empresas — e operadoras americanas — a seguir um calendário igual de lançamentos.

Segundo o This Is My Next, parece claro que o acordo foi costurado há pouco tempo e não há ainda informações concretas sobre como as empresas lidarão com isso — principalmente no caso das skins diversas que elas utilizam — mas as discussões devem ter sido bem acaloradas.

Por enquanto, ainda é cedo para dizer que as empresas poderão ser pressionadas para atualizar os aparelhos com velocidade. Mas estamos curiosos: o que acontecerá com o nicho de Androids de entrada que começa a se popularizar no Brasil e tem aparelhos com hardware defasado? Eles serão eliminados ou precisarão evoluir muito — como os Mini da Sony Ericsson, que agora terão processador de 1GHz? E como será a reação das empresas caso o Google dê datas específicas de atualização? Esperamos que o Google tome as rédeas, mas tudo depende de como as empresas reagirão ao caso. As notícias devem pipocar nas próximas semanas.

Fonte: Gizmodo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

17 papéis de parede de peixes e efeitos de água no seu celular grátis!

Para quem gosta de peixes e papéis de parede, aí vai uma enorme coleção de live wallpapers com motivos marinhos para deixar seu Android com um visual novo. O mais bacana é que todos são grátis! Um montão de fundo de tela para seu celular com motivos de peixes, aquários, fundo do mar, e até mesmo parques aquáticos, tudo pra animar sua tela gratuitamente. Escolha um deles (ou vários) e baixe agora mesmo. Clique no título do papel de parede com tema de aquário que quer instalar e baixe diretamente do Google Play grátis.

Papéis de parede com movimento para celular grátis

Quem tem um celular Android já deve ter visto alguns papéis de parede com movimentos. São bonitos e podem deixar o seu smartphone com a sua cara. Para quem gosta de temas com natureza, papéis de parede com peixes, com plantas ou animais costumam fazer muito sucesso. Já quem gosta de dragões, monstros ou outras figuras mitológicas também vai encontrar um wallpaper animado que tem o seu jeito. E o melhor, é que todos os wall papers listados aqui são totalmente grátis!

App para Android e iPhone 9 Dígitos SP atualiza facilmente sua lista de contatos

Se você precisa colocar o número 9 em todos os telefones celulares da sua lista de contatos, saiba que existe não um app, mas vários aplicativos que pode auxiliá-lo nesta tarefa. O que testei e recomendo é o Nono Dígito SP. Ele verifica todos os contatos da sua lista, e os identificados como números de celulares são alterados e ele inclui o número "9" na frente. Uma operação simples com o aplicativo, mas que seria bem trabalhosa se fosse feita manualmente. A dica vale também para quem tem um iPhone, já que o aplicativo tem uma versão para o iOS.