Pular para o conteúdo principal

A diferença entre vender apps no iOS e no Android

O título já diz algo sobre a eterna rivalidade entre os dos sistemas, e já posso afirmar antes de você ler todo o post: existe diferença? Não. A real diferença está entre vender e disponibilizar de graça.

Li uma notícia não muito animadora ontem no Gizmodo, que eu já desconfiava: criar aplicativos grátis para sistemas móveis como o iOS (Apple) ou Android (Google) não deixa ninguém rico. Parece óbvio, mas existe um detalhe importante: praticamente todos os aplicativos grátis se baseiam em publicidade para arrecadar um dinheiro extra e justificar seu desenvolvimento, ou como dizia Milton Friedman, "não existe almoço grátis". Alguém paga por isto. Seja o desenvolvedor, o sistema para onde ele é desenvolvido ou o usuário. Neste caso, um aplicativo grátis é praticamente todo financiado pelo desenvolvedor.

Mas, e a saída para isto? O desenvolvedor Marco Arment criou o famoso serviço Instapaper para o iPhone e iPad, e resolveu criar 2 versões para o celular: uma grátis e mais básica, com publicidade, e outra mais completa e paga, por U$ 5.00. No iPad, somente a versão paga foi disponibilizada. Na versão grátis, incluiu publicidade. Logo percebeu que mesmo com poucas unidades baixadas da versão paga, o seu retorno era muito maior do que a versão grátis, que era baixada numa quantidade muito maior, mas a publicidade não compensava. O que fez? Retirou a versão grátis, e viu um grande aumento da sua renda.

Eu resolvi escrever sobre o assunto porque a grande maioria de aplicativos do Android são grátis. E isto não quer dizer que eu não goste de apps com boa qualidade e preço zero, pelo contrário. Digo isto como desenvolvedor. É complicado imaginar um empenho em trabalho e dedicação para desenvolver um software de qualidade, e imaginar que apenas a publicidade vai fazer valer a pena. E como usuário, eu me pergunto se realmente é "caro" pagar um dólar numa aplicação que achei útil, ou um jogo que me daria boas horas de diversão.

Já comprei alguns aplicativos, e a compra foi bem simples. E o dinheiro que investi, valeu a pena. Até hoje, posso afirmar que não gastei mais do que R$ 10,00 em todos os aplicativos que comprei no Android Market. Pra mim, não fez grande diferença no bolso, mas tenho certeza de que para o desenvolvedor, foi um dinheiro merecido.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

17 papéis de parede de peixes e efeitos de água no seu celular grátis!

Para quem gosta de peixes e papéis de parede, aí vai uma enorme coleção de live wallpapers com motivos marinhos para deixar seu Android com um visual novo. O mais bacana é que todos são grátis! Um montão de fundo de tela para seu celular com motivos de peixes, aquários, fundo do mar, e até mesmo parques aquáticos, tudo pra animar sua tela gratuitamente. Escolha um deles (ou vários) e baixe agora mesmo. Clique no título do papel de parede com tema de aquário que quer instalar e baixe diretamente do Google Play grátis.

Papéis de parede com movimento para celular grátis

Quem tem um celular Android já deve ter visto alguns papéis de parede com movimentos. São bonitos e podem deixar o seu smartphone com a sua cara. Para quem gosta de temas com natureza, papéis de parede com peixes, com plantas ou animais costumam fazer muito sucesso. Já quem gosta de dragões, monstros ou outras figuras mitológicas também vai encontrar um wallpaper animado que tem o seu jeito. E o melhor, é que todos os wall papers listados aqui são totalmente grátis!

App para Android e iPhone 9 Dígitos SP atualiza facilmente sua lista de contatos

Se você precisa colocar o número 9 em todos os telefones celulares da sua lista de contatos, saiba que existe não um app, mas vários aplicativos que pode auxiliá-lo nesta tarefa. O que testei e recomendo é o Nono Dígito SP. Ele verifica todos os contatos da sua lista, e os identificados como números de celulares são alterados e ele inclui o número "9" na frente. Uma operação simples com o aplicativo, mas que seria bem trabalhosa se fosse feita manualmente. A dica vale também para quem tem um iPhone, já que o aplicativo tem uma versão para o iOS.